Economia Criativa, inclusão social através da arte e outros contos latinos para fadas adormecidas

Este é um breve comentário baseado em algumas notícias monitoradas entre 20 e 22 de julho de 2014. Veja bem, é um brevíssimo comentário, nada científico, porém creio que útil para estalar alguns insights. 


Leia outras notícias no Binóculo Cultural.

As notícias em destaque neste caso, serão:
Comecemos pelo mercado editorial. Observe a notícia sobre a venda de e-books, fantástico crescemos 225%, no entanto o mercado editorial no Brasil continua em crise??? Como assim? Ah, isso me faz lembrar das tangíveis intangibilidades sobre as quais escrevi no Ponto de Vista APSA em  17 de abril de 2014 em um artigo intitulado O que eu aprendi com Harry Potter, é aquela velha história do dinheiro todo nas nuvens, em cima de nossas cabeça ôcas (hahaa, agora foi com acento – no outro texto eu havia escrito tudo via tablet, pressão do tempo  e corrida pelos bons resultados no trabalho, mas enfim!). Voltando ao nosso brevíssimo comentário, sobre o qual dever-se-ia escrever uma tese, digo e repito, o dinheiro está em algum lugar do mundo invisível que nós jamais alcançaremos se continuarmos agindo como idiotas românticos do mundo ainda material. O que quero dizer com isso é que já estamos na Era Digital e vagarosamente tudo está mudando ao contrário de nossas ações ainda bastante antiquadas.
Quanto à tão falada Economia Criativa, usada como meio de vida apenas verborrágica por muitos dos nossos analistas brasileiros tão bem intencionados em fazer inclusão social através da arte, nota-se que o que seria …, já é! Significa que o bonde das melhores oportunidades já passou e nós gastamos todo o dinheiro público da cultura com perfumarias. 
Para não ser leviana em dizer que a inclusão social através da arte é um grande tema para o romantismo latino, prefiro explicar esta opinião da seguinte forma: as pessoas não são incluídas através da arte! As pessoas se incluem através da arte! E a arte é o filé que ninguém quer compartilhar de graça, a não ser que exista patrocínio condizente com a proposta bem intencionada.
Até breve!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s