De volta ao ministério que comandou de 2008 a 2010, o baiano Juca Ferreira, 66, reassume a Cultura anunciando mudanças na Funarte, instituição de fomento às artes da pasta, e defendendo as organizações sociais como forma de gestão de órgãos públicos.