Fundação Clóvis Salgado convida bailarinos a voltarem a ensaiar no local, mas ausência de recursos ainda continua