A companhia circense canadiana criada por Guy Laliberté, avaliada em 1,5 mil milhões de dólares poderá estar prestes a mudar de mãos, avança o The Wall Street Journal. Os compradores fazem parte de um consórcio de capitais privados liderado pela TPG.