Gerando recursos para seu projeto cultural

 

Hoje em dia é muito mais fácil ser o cara da banda do “Eu sozinho”. Fazer um projeto através de plataformas digitais tornou-se tarefa executável, não é fácil num país preconceituoso e centralizador como o Brasil.

Temos uma infinidade de alternativas e nomezinhos bastante populares que caíram no gosto popular, mundialmente falando, crowdfunding, colaboração, sharing economy, compartilhamento, economia digital, gameficação, etc.

Nomes não faltam para conceituar este novo modo de viver todo mundo junto e misturado. Enfim, a união faz a força mesmo quando parecemos tão sozinhos em nossos PCs, gadgets, smarthphones, Googleglass.

Fiz uma colaboração recentemente no projeto de um músico e compositor, liberando espaço no meu site para que ele disponibilizasse suas músicas e iniciasse uma campanha para divulgar a produção e o lançamento de seu novo CD. Neste tipo de projeto, todas as ações e campanhas estão interligadas. Deve-se pensar desde a publicidade até o destino dos contatos que serão feitos ao longo do processo.

Também deve-se prever que a crise política pode colocar tudo em risco. Um país que leiloa os espaços na internet para interesseiros políticos fatalmente coloca tudo a perder num imenso mercado como este apenas em benefícios do interesse político de determinado partido A ou B.

Enfim, é possível gerar recurso para o seu projeto através da internet e também impossível conviver com a tacanhice da gestão pública que sempre quer levar vantagem em tudo e nunca permite liberdade, de fato, nos meandros da rede que é mundial mas está vivendo plenamente uma favelização ideológica. Violência, mentiras e manipulação.

Enfim, o que mais precisamos neste contexto de economia digital é de boas, honestas e baratas plataformas que possibilitem o tal do “Eu sozinho” a trabalhar em paz. O resto é interesse político, corrupção, manipulação da rede e aquele jeitinho brasileiro de nos deixar cada vez mais dependentes de artigos que não nos interessam mais!

Faça você mesmo! Caso precise de insights e expertise, acesse: www.apsacultura.com.br

 

 

Anúncios

Banco de Projetos: envio de proposta de produção para EBC

Com o objetivo de democratizar e sistematizar a apresentação de projetos à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), criamos uma nova porta de entrada em nosso portal (www.ebc.com.br/producao). A partir de agora, as propostas de licenciamento, produção de conteúdos audiovisuais, radiofônicos, multimídia, entre outras, deverão ser enviadas por meio do preenchimento de um formulário específico no site.
Uma vez enviada a proposta, as áreas específicas da empresa farão a avaliação do conteúdo, observando a adequação do projeto com o plano editorial do veículo de comunicação ao qual for destinado, bem como o formato proposto. O orçamento será analisado tendo como parâmetro os preços praticados anteriormente para a contratação de produtos similares pela EBC e pela prática de mercado; e o perfil da proposta a partir dos objetivos listados no artigo 3º da Lei 11.652/08.
Em caso de conformidade, a proposta será armazenada em nosso Banco de Projetos. A avaliação será feita em fluxo contínuo e os produtos serão contratados de acordo com as demandas de conteúdo apontadas pelo Comitê de Programação, instância interna responsável pela definição dos conteúdos na empresa.
As propostas devem conter nome, endereço, CNPJ e telefone do proponente; nome, telefone e email do contato responsável pela proposta; número de registro na ANCINE no caso de produtora audiovisual; currículo do proponente; nome da proposta, registro na Biblioteca Nacional em caso de obra audiovisual; sinopse ou descrição; gênero narrativo; formato; número de episódios ou programas (quando houver); valor por episódio ou programa (quando houver), link para peça promocional (quando houver); plataformas envolvidas; valor total da proposta; valor total a ser investido pela EBC; orçamento detalhado; plano de negócios (com detalhamento dos direitos de exibição, divisão patrimonial, direitos de comercialização e produção de produtos derivados); aportes financeiros de leis de incentivo, patrocínios e prêmios (quando houver); parcerias; e cronograma de produção.

Clique aqui para se cadastrar e enviar sua proposta

Tem dúvidas? Clique aqui.

Prodav

Os projetos de licenciamento destinados à Linha B do Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV) devem ser encaminhados, em três vias, pelo correio aos cuidados da Gerência Executiva de Parcerias e Licenciamentos. O endereço é :

Empresa Brasil de Comunicação S/A – EBC
Rua da Relação 18, 6º andar, Lapa – Rio de Janeiro/RJ – CEP 20231-110.
Fonte: Portal EBC

http://www.ebc.com.br/producao